Carreira


Filho de assistente social e de uma professora, Ítalo Manzine chegou com seus pais em Paraguaçu, Minas Gerais, quando tinha apenas 04 (quatro) anos de idade, em 16 dezembro de 1996.

Aos 05 (cinco) anos, ele, que sempre foi apaixonado por água, foi matriculado por seus pais na escolinha de natação do Ideal Clube de Paraguaçu, após ter voluntariamente se atirado na piscina semiolímpica do clube, dando um enorme susto em todos.

Aprendeu a nadar com o Professor “Sidão” e tia Kellen e desde cedo sempre foi muito competitivo, com vocação para provas de velocidade, como os 50 e 100 metros nado livre.

Menino vivaz e esperto, Ítalo Manzine, quando criança, se apresentava tímido para as pessoas apenas até conhecê-las; Com um pouco mais de intimidade, o menino tímido era logo substituído por outro mais moleque, alegre e brincalhão. Na escola era um aluno questionador e firme em suas ideias. Amigo e solidário, sempre foi leal a seus amigos e colegas mais chegados.

Em meados de 2007, Ítalo Manzine se transferiu com sua mãe para a cidade de Três Corações, onde passou a treinar na Academia Max Forma, duas, três horas por dia, seis dias por semana.

O reconhecimento na natação veio com os resultados obtidos nas competições, quando passou a se destacar entre os demais competidores, a ponto de ser visto como revelação pela Federação Aquática Mineira. Em meados de 2008, Ítalo Manzine foi chamado para se Federar, passando a competir pelo CRES/SEMEL de Varginha.

O aproveitamento de Ítalo Manzine na natação em 2008 foi tão expressivo, que mesmo tendo competido, como vinculado, apenas no primeiro semestre e como federado apenas no segundo semestre, conseguiu a 6ª (sexta) colocação anual em eficiência na categoria vinculados, tanto em Minas Gerais, quanto na Região Serrana do Rio de Janeiro, isto competindo pela Academia onde treinava, a MaxForma de Três Corações.

Como Federado, no Campeonato Mineiro de Verão de 2008, realizado em Ipatinga, mesmo nadando como participante observador, já que houve erro no processo de inscrição dos atletas do CRES/SEMEL, Ítalo Manzine conseguiu cravar o quinto lugar nos 200m livre e sétimo lugar nos 50m livre na categoria juvenil.

Seu desempenho foi tão acentuado que “Ligeiro” foi convidado a fazer um teste no Mackenzie, clube de Belo Horizonte que disputava à época com o Minas Tênis, a condição de grande formador de atletas. Feito o teste, Ítalo Manzine foi convidado a compor a equipe de nadadores daquele clube, visando os campeonatos mineiro e brasileiro para o ano de 2009.

Já em 2009, seu primeiro ano em Belo Horizonte, Ítalo foi medalhista de prata nos 50 metros livre, no Campeonato Mineiro de Verão, realizado em Uberlândia.

Em 2010 em sua primeira participação em um campeonato Brasileiro Júnior (Troféu Tancredo Neves), Ítalo foi 5º colocado nos 50 metros livre e não parou mais. Foi vice-campeão brasileiro nos 50 metros livre tanto no Campeonato Interfederativo pela seleção mineira, em Anápolis/GO (Troféu Paulo Roberto de Melo), quanto no Campeonato Brasileiro Júnior de Verão realizado no Rio de Janeiro (Troféu Júlio Delamare). Na última prova do ano, o Campeonato Brasileiro Sênior de Verão (Troféu Daltely Guimarães), realizado em Guaratinguetá/SP, Ítalo Manzine fez bonito se classificando com o décimo melhor tempo dentre todas as categorias (Absoluto).

A competição que lançou Ítalo Manzine definitivamente entre os melhores do Brasil, foi o Troféu José Finkel de Natação, realizado em Belo Horizonte/MG., em agosto de 2011. Naquela ocasião e com todos os olhares voltados para o campeão e recordista mundial César Cielo, foi Ítalo Manzine quem roubou a cena.

Ainda na fase eliminatória, a parte superior do bloco de partida do nadador mineiro se soltou, tirando o jovem, de apenas 19 anos, das finais. Por volta das 19 horas, após o reconhecimento do erro na estrutura do equipamento pela direção técnica, Ítalo Manzine voltou sozinho à piscina para uma nova tomada de tempo e, sob os olhares de todos os presentes, fez o terceiro melhor tempo das eliminatórias, atrás apenas de Nicholas Santos e a cinco décimos de segundo de Cesar Cielo. Tal façanha chamou a atenção não apenas da mídia nacional mas também internacional.

Com apenas dois anos participando da natação competitiva, o ano de 2011, e ainda sob a batuta de Daniel Teodoro (Head Coach do Mackenzie) e de “Baiana” (Lívia Caroline) e Ivan Damasceno, seus técnicos, sagrou-se campeão brasileiro em todas as três provas de sua categoria, na modalidade 50 metros Livre (Brasileiro Júnior de Inverno, Brasileiro Júnior de Verão e Brasileiro Júnior Interfederativo), tendo sido ainda campeão com quebra de recorde no Campeonato Mineiro, modalidade 50 metros Livre. Terminaria aquele ano em 4º lugar no ranking brasileiro absoluto e 74º lugar no ranking mundial.

Entre as temporadas de 2012 e 2013, Ítalo Manzine defendeu as cores do Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo, onde treinou ao lado dos melhores atletas do Brasil, como Bruno Fratus, João Gomes Júnior, Guilherme Guido, Henrique Martins, Larissa Martins Oliveira, entre outros.

Foi Campeão Paulista com quebra de recorde no revezamento 4x50 metros livre, no Campeonato Paulista de Verão; Campeão Brasileiro Absoluto no revezamento 4x100 metros livre e Vice Campeão Brasileiro Absoluto no revezamento 4x100 metros medley no Campeonato Brasileiro Sênior (Troféu Daltely Guimarães), isto em 2012.

Em 2013, ainda pelo Pinheiros, foi campeão brasileiro no revezamento 4x50 metros livre e vice-campeão brasileiro no revezamento 4x100 metros livre, no Campeonato Brasileiro Sênior (Troféu Daltely Guimarães) em Porto Alegre/RS.

Na temporada de 2014, Ítalo Manzine se transferiu para o Minas Tênis Clube de Belo Horizonte onde consagrou seu talento, entrando definitivamente para a elite da natação brasileira. Treinando ao lado de seu ídolo Cesar Cielo, e sob o comando o experiente Head Coach,  o australiano Scott Volkers, Ítalo sagrou-se campeão brasileiro com quebra de recorde de campeonato nas provas de revezamento 4x100 metros livre e 4x50 metros livre, além do vice-campeão brasileiro na prova dos 50 metros livre, no Campeonato Brasileiro Sênior de Inverno, no Rio de Janeiro.

No Troféu José Finkel de Natação de 2014, ocorrido entre os dias 01 e 06 de setembro e válido como seletiva para o mundial de piscina curta, ocorrido em Doha, no Catar, Ligeiro fez história! Sagrou-se campeão brasileiro no revezamento 4x50 metros livre, e, com o tempo de 21’42, conquistou a medalha de prata na prova dos 50 metros livre, ficando atrás apenas do megacampeão César Cielo. Este tempo colocou Ítalo Manzine como vigésimo segundo mais rápido do mundo na modalidade, no ano de 2014, segundo o ranking da FINA.

Na última prova de 2014, o Aberto de Natação, ocorrido no Rio de Janeiro, e válido como primeira seletiva para os Jogos Pan Americanos de Toronto, no Canadá, e Mundial de Kazan, na Rússia, Ítalo Manzine provou estar em excelente fase e pronto para disputar uma das vagas olímpicas; conquistou a medalha de bronze nos 50 livre e, com o tempo de 22'25, superou os índices de participação dos Jogos Pan Americanos e Mundial de Kazan.

Como um obstinado, Ítalo Manzine sempre perseguiu seu objetivo de participar das Olimpíadas 2016 com extrema disciplina e determinação.

Em 2015, ano da primeira seletiva para os Jogos Olímpicos do Rio 2016, Ítalo conquistou tempos extraordinários nos 50 metros livre, como pode ser constatado no Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação – Troféu José Finkel, ocorrido em São Paulo, onde Ítalo Manzine nadou abaixo do índice olímpico por duas vezes, sagrando-se vice-campeão brasileiro nos 50 metros livre, com o tempo de 22'14.

No OPEN de Natação, realizado em dezembro de 2015 em Palhoça/SC., evento válido como primeira seletiva para os Jogos Olímpicos de 2016, Ítalo Manzine foi vice-campeão na prova dos 50 metros livre e, com o tempo de 22'08, conquistou, temporariamente, uma das duas vagas olímpicas nesta prova.

Dando continuidade à preparação para os Jogos olímpicos de 2016, Ítalo Manzine, foi convocado pela CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos), para participar do Gran Prix de Orlando/Flórida, evento que aconteceu entre os dias 03 e 05 de março. Em sua principal prova, os 50 metros livre, Ítalo confirmou sua excelente fase, e mesmo estando em fase de treinamentos pesados, obteve o melhor rendimento entre os brasileiros, chegando à frente de Bruno Fratus e Cesar Cielo e conquistando a quarta colocação.

Tais resultados já demonstravam a disciplina, determinação e foco de Ítalo Manzine para conquistar definitivamente a vaga olímpica para 2016.

Ítalo Manzine confirmou a vaga olímpica no Troféu Maria Lenk e última seletiva, realizada no Parque Aquático Olímpico, no Rio de Janeiro, entre os dias 15 e 20 de abril.

Ali, novamente com todos os olhos voltados para o megacampeão Cesar Cielo, principalmente porque este havia, pela manhã, feito um tempo melhor e tirado a vaga que até então era de ítalo, Ligeiro novamente roubou a cena ao cravar 21'82 segundos, chegando à frente de Cielo e conquistando em definitivo, a vaga olímpica! Este tempo o posicionou como o sexto mais rápido de mundo na temporada!

Em junho de 2016, como preparação para os Jogos Olímpicos de Verão, Rio 2016, Ítalo Manzine representou a seleção brasileira num dos mais tradicionais e importantes torneios de natação da Europa, o Mare Nostrum e, na etapa de Barcelona/Esp., conquistou a medalha de bronze nos 50 metros livre.

Nos Jogos Olímpicos de Verão - Rio 2016, sua primeira olimpíada, Ítalo Manzine passou pela primeira fase, nadando na décima primeira série e fazendo 21'96 (segundo melhor tempo de sua vida)!

Nas semifinais, encerrou sua participação nas olimpíadas com o tempo de 22'05 (terceiro melhor tempo de sua carreira), ficando na décima quinta colocação geral.  

Em 2017, representando o Brasil, voltou a nadar na casa dos 21 segundos nas Universíades, em Taipei, China, e sagrou-se vice-campeão nos 50 metros livre. 

Em agosto de 2018, representando o Brasil no 50º Campeonato Mundial Militar na Samara/Rússia, Ítalo Manzine sagrou-se campeão nos 50 metros livre, além ter sido medalhista de bronze no revezamento 4x100 metros livre misto.

Em novembro de 2018, representando o Brasil no Campeonato Sul-Americano de Desportos Aquáticos em Trujillo/Peru, Ítalo Manzine sagrou-se campeão nos 50 metros livre e no revezamento 4x100 metros livre.
 

 

Recordes:

Ítalo Manzine é o atual detentor, ou ex-detentor, dos seguintes recordes:

  • Recorde Estadual na prova 50m livre; piscina semi-olímpica (25 metros), com o tempo de 23s03, categoria Junior 2, no Campeonato Mineiro de Natação de Inverno, XII Supercopa de Natação (IX Troféu Eduardo Sávio) obtido em 02 de Julho de 2011, em Belo Horizonte
     
  • Recorde Estadual na prova de revezamento 4x50 mts. nado livre; piscina semi olímpica (25 mts.), com o tempo de 01.29'87, categoria senior, no Campeonato Paulista Junior e Senior de Verão, obtido em 20 de outubro de 2012, em São Paulo
     
  • Recorde Estadual na prova de revezamento 4x100 mts. medley; piscina olímpica, com o tempo de 03.43'69, categoria senior, no Campeonato Paulista Junior e Senior de Verão, obtido em 17 de novembro de 2013, em São Paulo
     
  • Recorde Brasileiro na prova de revezamento 4x50 mts. nado livre; piscina olímpica, com o tempo de 1.29'54, categoria senior, no Campeonato Brasileiro Senior de Natação de Inverno, obtido em 07 de maio de 2014, no Rio de Janeiro
     
  • Recorde Brasileiro na prova de revezamento 4x100 mts. nado livre; piscina olímpica, com o tempo de 3.20'38, categoria senior, no Campeonato Brasileiro Senior de Natação de Inverno, obtido em 08 de maio de 2014, no Rio de Janeiro
     
  • Recorde Estadual na prova de revezamento 4x50m livre; piscina olímpica (50 metros), com o tempo de 1'31"29, no Campeonato Mineiro de Natação de Verao, obtido em 05 de dezembro de 2014, em Belo Horizonte
  • Recorde de Campeonato na prova de revezamento 4x100 m livre; piscina olímpica (50 metros), como tempo de 03'26"25, No Campeonato Paulista Junior e Senior de Inverno - XIX Troféu Salvador Granieri Sobrinho, obtido em 08 de junho de 2018, em São Paulo
  • Recorde de Campeonato na prova de revezamento 4x50 m livre; piscina olímpica (50 metros), como tempo de 01'32"05, No Campeonato Paulista Junior e Senior de Inverno - XIX Troféu Salvador Granieri Sobrinho, obtido em 09 de junho de 2018, em São Paulo
  • Recorde de Campeonato na prova de revezamento 4x50 mts. nado livre; piscina de 50 metros, com o tempo de 01.32'54, categoria senior, no Campeonato Paulista Junior e Senior de Verão - XIX Troféu Alberto Martin Perez, obtido em 23 de novembro de 2018, em São Paulo